SAÚDE É QUESTÃO POLÍTICA, SIM

PREFEITO DE MILÃO ADMITE ERRO POR TER APOIADO CAMPANHA PARA CIDADE NÃO PARAR NO INÍCIO DA PANDEMIA DE CORONAVÍRUS NA ITÁLIA
Me reporto a você que defende a “Campanha o Brasil Não Pode Parar”: você realmente acredita que a OMS – Organização Mundial da Saúde está errada?
Você acredita que as dificuldades e os impactos só acontecerão com você? E que por isso você precisa voltar às ruas? Descumprindo as determinações?
Pense: ninguém come dinheiro. A economia vai voltar a girar muito mais rápido se evitarmos uma explosão no sistema de saúde.
Leiam acima o link sobre o depoimento do prefeito de Milão, na Itália. Acompanhem as noticias sobre os testes que estão sendo feitos em outros países: Alemanha, por exemplo: 6 mil casos nas últimas 24 horas. Príncipe Charles infectado; O Presidente do Banco Santander morreu; Na Espanha, ontem dia 26-03, registrou o maior numero de mortes, 779 mortos. Estados Unidos já superou a China em número de infectados. Você realmente vai ignorar esses FATOS?
Você não compreende que a OMS, o Ministério da Saúde, os Governadores e Prefeitos , os infectologistas, as autoridades da área medica precisam que a população entenda que a questão não é pegar ou não pegar o vírus, a questão é evitar o caos no sistema de saúde que não consegue atender a todos? O que você faria se visse um filho, filha, neto, pai ou mãe seu precisando de um respirador, de um médico e não ter esse médico, esse tratamento?
E se as medidas não forem tomadas de acordo com a OMS, isso PODE acontecer com qualquer um de nós. A questão é aguentar um, dois meses para não passar pelo pior, pelo terror que a Itália, por exemplo, está passando e conseguirmos evitar o pico de crescimento do vírus e sobreviveremos ao pior.
Por fim, gostaria de mencionar uma questão para que possa ser refletida: se o vírus não tivesse essa capacidade devastadora, explique o porquê de, em diversas capitais, como SP e BH, por exemplo, estarem construindo hospitais de campanha em estádios de futebol, ginásios, espaço de convenções? Reflita, pare e seja consciente. Se você ficar doente , infectado porque insistiu em voltar ao trabalho, você corre o risco de quando voltar ser demitido. Quando você voltar para casa, possivelmente contaminado (a) conseguirá olhar nos olhos do seu idoso? E lembre-se: se patrão, o empresário que está defendendo e forçando a sua volta ao trabalho, vai para a empresa de carro, você vai de ônibus, metrô, apertado e respirando as gotículas das outras pessoas INFECTADAS OU NÃO, neste caso reze e torça para que todos os dias, a caminho do seu trabalho, você não tenha alguém espirrando, tossindo , falando e infectando VOCÊ.
Qual, afinal, é o valor que você dá à sua vida e à vida da sua família?
Não estou discutindo política partidária, estou fazendo um apelo pela sua vida, à vida dos nossos familiares, à vida de todos. Reflita, analise e pese o que realmente vale a pena.

*Sou autônoma, portanto, estou no mesmo barco que você. Mas não aceito ser massa de manobra.


Darcila Rodrigues, produtora artística, gestora de projetos, jornalista por profissão,graduanda em marketing.


Comentários