DIAS SEM SOL − Texto em trabalho −


Então "oficineiros" queridos, é assim: de fato, nunca está pronto... Se tiverem críticas ou sugestões podem inserir comentários e trabalharem comigo esse poema. Beijo nos corações. Darcila Rodrigues.

DIAS SEM SOL  − Texto em trabalho −


São dias sem calor, sem abraços, sem sorrisos.
São dias de contemplar lembranças.
Dias sem sol são de espera,
da vontade de ser-se em novo gozo,
são dias de saudade das brincadeiras de criança  que não teme ser gente grande,
do sorvete na boca e do vinho que brinda a presença.
Do aroma que vem do fogão,
da cama gostosa
e do cochilo que fez do peito o travesseiro.
Do gosto de amar e serem amados.
Do preferido e esperado café forte,
servido de carinho e cumplicidade.
Dos primeiros dados da história,
mínimas conversas de alcova,
momento onde  o agir surpreende.
Saudade da espera do final do dia e,
com o chegar da noite, os  bons sonhos...
Saudade da vontade de ficar ali...
Sem ter que olhar para trás e decidir o dia de amanhã.


Texto em trabalho, ou seja em processo de transpiração para o 

 LIVRO TERCEIRA PESSOA, 2015-2020 ou sabe lá, nunca... 


Darcila Rodrigues

Comentários