PASSEIO MUSICAL: MARCUS VIANA E A ESTRELINHA SAPECA...


"Três Naves é uma adaptação feita por Marcus Viana de uma antiga canção galesa entitulada Three Ships, muito conhecida no hemisfério norte por ocasião das festas natalinas. Ao pesquisar o repertório natalino mundial para seu projeto de cd "As Mais Belas Canções de Natal" , o compositor encontrou essa pérola e fez uma versão totalmente inusitada da letra...o arranjo é bem sinfonico, com cordas em destaque...ao final, outra surpresa, quando somos brindados por tambores de congado e folia de reis acompanhando um coral de crianças e fundindo musica de dois hemisférios , em uma grande celebração no mais perfeito estilo "world music"".

Fonte: youtube

Marcus Viana fala de uma fantasia sobre a estrela estranha que guiava os três reis e esperava, enquanto eles descansavam , depois, continuava, parava e seguia."Eta estrelinha danadinha"..finalizando o ciclo de Natal 


AINDA OS REIS MAGOS NATALINOS






Tudo farsa, fantasia, sonho. Afinal, o pensamento é uma estrelinha fantoche que some tal uma pandorga, ao sabor dos ventos de vários humores. Daqui do sul do mundo esvoaça o meu quebra-costelas e o beijo estrelejado na barba dos reis que louvaram o Menino com incenso e mirra. Lindas pipas esvoaçantes, adereçadas de estrelas. Seja na invernia ou ao calor tropical. Com ou sem as vestes coloridas que chamam a atenção dos apressados. O que vale mesmo é a criança dentro de nós olhando pela fechadura para tentar ver as renas do bom velhinho, aquele que os mais velhos apresentam como capaz de todas as confraternidades. E acreditar na visita aos sapatos gastos que esperam presentes embaixo da cama. Geratriz da farsa piedosa que tenta igualar pobres e ricos. Pena que a tal de igualdade esteja somente na cabeça dos que ainda guardam uma porção de infância. E que sonham todos os dias com um mundo harmônico e em paz. Êta mundo véio sem porteira!

Joaquim Moncks
– Do livro O PAVIO DA PALAVRA, 2015/17.



Oficina do Verso,Blog Revista - via Facebook 
Publicado 10 de janeiro às 23:35

Comentários