TEORIA LITERÁRIA: O POEMA NASCE


Por que o poema vem à tona?  








Porque  palavras são o universo de fascínio, a  clava forte que faz sentir vivaz e humanamente entregue à dimensão espiritual. Por vezes, é de imediato, tal  um papel que alça voo e se escafede. Por outras, a voz fica engasgada pela  emoção que escorre por artérias e  veias, tentando buscar a raiz do  instante. E nada é aparente no mundo  dos fatos, somente liberam-se de  dentro, como numa lufada de vento  brotada do nada. É esta inquietação que  produz a intuição traduzida no embrião do poema. E está feita a garatuja.


– Do livro Oficina do Verso 2015/16,  Joaquim Moncks 




Comentários